Importância da alimentação para fertilidade

Já é sabido que as  escolhas alimentares são determinantes para muitos resultados que esperamos em relação à saúde. Em termos de saúde reprodutiva, a presença de nutrientes é fundamental para que o processo de fecundação ocorra com maior sucesso. 



Dentre as condutas nutricionais, a dieta com caráter anti-inflamatória é um dos pontos mais importantes, pois a presença de compostos bioativos presentes, especialmente, em frutas, verduras e legumes, permite maior viabilidade no ambiente de fecundação. De acordo com a nutricionista, mestre e doutoranda Nayara Massunaga, “para isso, também é importante reduzir a exposição a alimentos pró-inflamatórios – como frituras, alimentos industrializados, doces e os alimentos com potencial alergênico”, comenta.

Além disso, segundo a nutricionista, muitos nutrientes são propostos para melhorar a saúde reprodutiva no homem e da mulher. Confira abaixo uma lista deles:

– Zinco: importante para modulação dos hormônios sexuais. Para homens, é um nutriente importante para aumentar a produção e mobilidade dos espermatozoides 

– Selênio: importante agente antioxidante, o selênio ajuda a melhorar a saúde celular, viabilizando o processo de fecundação. 

– Vitamina D: importante para modulação dos hormônios sexuais e redução da inflamação 

– Omega 3: viabiliza a saúde celular – especialmente de ômega-3 

-Vitamina E: potente antioxidante, reduz o processo oxidativo nos espermatozoides, preservando sua capacidade. 

“Estes são apenas alguns exemplos de nutrientes que ajudam a melhorar a fertilidade. Ainda, há alguns fitoterápicos que podem acrescentar efeitos benéficos, potencializando o processo de ovulação e espermatogênese, além é claro do acompanhamento médico apropriado”, finaliza Nayara. 

Deixe uma resposta